Curriculum vitae personalizado: saiba como criar!

Curriculum vitae personalizado: saiba como criar!

Todos os anúncios de emprego são diferentes e pedem um perfil específico de candidato em termos de experiência profissional, educação, soft e hard skills. Para tirar partido desta especificidade e maximizar as suas possibilidades de ser bem-sucedido, pode criar um curriculum vitae personalizado, ou seja, um CV adaptado a cada oferta de emprego.

Neste artigo vamos explicar-lhe os passos necessários para criar um curriculum vitae personalizado da forma mais simples possível, mas antes disso referimos quais são os benefícios de criar um curriculum vitae deste género.

Benefícios de criar um curriculum vitae personalizado

Adaptar um curriculum vitae em função das ofertas de emprego tem duas vantagens óbvias: ajudá-lo-á a destacar-se dos demais candidatos e mostrará que tem exatamente aquilo que o empregador procura. No entanto, adotar a prática de enviar sempre um curriculum vitae personalizado também lhe pode trazer outros benefícios:

  • Revisão contínua do CV: Ao olhar frequentemente para o seu curriculum vitae terá a oportunidade de o fortalecer ao adicionar as novas competências obtidas com cursos, certificados, projetos de voluntariado ou de trabalho como freelancer.
  • Remoção de informações desatualizadas: Se analisar o seu currículo frequentemente, irá reparar que existem determinadas partes que simplesmente já não interessam e terá a oportunidade de as retirar.
  • Identificação de erros: Por muito que tentemos criar um curriculum vitae perfeito, há sempre aspetos que nos escapam como uma vírgula mal colocada, uma frase confusa ou uma informação redundante. Com um curriculum vitae personalizado irá assegurar uma melhoria contínua do seu documento.

Passos para criar um curriculum vitae personalizado

Agora que já sabe quais são os benefícios de criar um curriculum vitae personalizado, apresentamos-lhe os 3 passos necessários para criar este tipo de documento.

1. Crie um curriculum vitae base

No CV base, deve colocar toda a sua experiência de trabalho, educação, hobbies e interesses pessoais, estágios, aptidões e competências, entre outros. Este curriculum vitae base será apenas para si e nunca o irá enviar quando se candidatar a um emprego. Deste curriculum vitae base poderá aproveitar as partes desejadas e mais importantes para cada curriculum vitae personalizado. Desta forma, criará um documento adaptado a cada candidatura, que será o melhor possível para o trabalho a que se está a candidatar.

Pode utilizar o criador de currículos do Jobseeker para o auxiliar a criar este curriculum vitae inicial. Depois disso, poderá fazer cópias deste documento e editá-las para que se adequem a cada candidatura específica, o que garantirá sempre um resultado adaptado e com aspeto profissional. Também poupará muito trabalho, reduzirá a possibilidade de cometer erros que possam prejudicar a sua candidatura e terá a possibilidade de aceder em qualquer lugar ao seu currículo personalizado online.

O curriculum vitae base tende a ser extenso e a sua leitura pode ser enfadonha, por isso não caia na tentação de o enviar.

2. Leia atentamente a oferta de emprego

Ler bem o texto da oferta é algo que não pode ignorar no momento da criação de um curriculum vitae personalizado. Recomendamos que analise bem o anúncio de emprego e que crie uma lista de palavras-chave ou keywords para utilizar posteriormente no seu curriculum vitae. Desta forma, não terá que estar constantemente a ler o anúncio de emprego.

3. Atualize o CV base com as palavras-chave

Agora que já sabe exatamente aquilo que o recrutador pretende de si e já tem as palavras-chave, está na hora de atualizar o seu curriculum vitae para criar o currículo personalizado.

Caso se esteja a candidatar, por exemplo, a uma vaga para técnico de manutenção industrial que peça uma pessoa proativa, com espírito de iniciativa, com um curso técnico-profissional na área e experiência, deverá certificar-se de incluir tudo isto nas secções de experiência profissional, educação e competências pessoais.

Se tiver um percurso muito variado, pode dar destaque às experiências ou características pedidas, colocando-as no topo das respetivas secções do seu curriculum vitae. Desta forma, aumenta a probabilidade de o recrutador olhar para elas.

Secções mais alteradas num CV personalizado

Ao criar um curriculum vitae personalizado, existem algumas secções que tendem a ser bastante alteradas em função do emprego e outras que não (como a educação ou as informações de contacto). Nos parágrafos seguintes apresentamos-lhe as secções mais comumente alteradas.

Perfil pessoal

É uma boa ideia alinhar o mais possível o seu perfil pessoal com o cargo a que aspira. Procure na descrição do emprego a experiência, educação, competências, características e ambições de que necessita e adapte o seu perfil pessoal em função disso. Se analisar corretamente a oferta de emprego, pode normalmente deduzir qual é o tipo de pessoa que o empregador procura.

Também pode analisar os valores da empresa, ao consultar o seu website e depois utilizar alguns dos termos mais salientes no seu perfil pessoal.

Experiência profissional

Adaptar a experiência pessoal que exibe é essencial num curriculum vitae personalizado, principalmente se tiver uma experiência muito diversa. Destaque as experiências anteriores mais relacionadas com a função a desempenhar e pode ocultar os empregos anteriores que não tenham a ver com a oferta em questão. Se alguém se estiver a candidatar a uma vaga de especialista em redes informáticas, e já tiver trabalhado como empregado de bar, poderá omitir esta informação, o que criará mais espaço para descrever a experiência e formação relacionadas com redes informáticas.

Competências pessoais e técnicas

Indique as competências que possui e que são necessárias ou aplicáveis ao trabalho a que se está a candidatar. Em muitos anúncios de emprego, os empregadores pedem explicitamente certas competências ou qualidades. Por exemplo: um empregador pode estar à procura de um indivíduo que trabalhe bem em equipa e seja orientado por resultados. As competências desejadas são diferentes para cada oferta de emprego, por isso assegure-se de que escolhe as competências mais adequadas!

Deverá colocar todas as suas competências pessoais e técnicas no seu curriculum vitae base. Porém, no seu CV personalizado só precisa de incluir as competências que correspondam ao emprego a que se está a candidatar.

CV personalizado: uma boa escolha

Gastar algum tempo a criar um curriculum vitae base e a adaptá-lo em função de cada oportunidade de trabalho dá mais trabalho, mas ajudá-lo-á a distinguir-se e aumentará a probabilidade de ser chamado para uma entrevista. Além do curriculum vitae personalizado, sugerimos que também personalize o e-mail que enviar aquando da sua candidatura. Desta forma, poderá começar a construir uma imagem positiva na mente do recrutador logo a partir do primeiro ponto de contacto.

Fique à frente da concorrência

Faça com que as suas inscrições de emprego se destaquem dos outros candidatos.