Lacuna no currículo: dicas e exemplos

Lacuna no currículo: dicas e exemplos

Quando falamos em uma lacuna no currículo, estamos nos referindo a um período relativamente longo e sem informações a respeito, entre as experiências de trabalho listadas em seu currículo. Normalmente, dizem respeito a períodos de tempo em que você não trabalhou. Podem ser também períodos durante os quais você não teve um trabalho fixo ou não trabalhou em algo relacionado à vaga para a qual está se candidatando.

Seja qual for o motivo, o certo é que uma lacuna no currículo pode chamar a atenção de quem for ler o seu currículo. O empregador ou recrutador responsável por analisar seu currículo pode achar estranho ou ter curiosidade sobre o que você fez durante esse período.

Por isso, é bom tratar dessa questão da forma mais profissional e positiva possível. Não apenas no currículo, mas também durante uma entrevista de emprego, por exemplo. Neste artigo, mostramos como fazer isso.

Lacunas no currículo são normais

A maioria dos empregadores e recrutadores não vê uma lacuna no currículo como um problema. No entanto, você pode ter que falar a respeito em algum momento. O importante, nesse caso, é que você seja honesto(a) sobre os motivos de ter passado um determinado período sem trabalhar. Lembre-se que lacunas no currículo são normais, então você não tem por que temer tratar desse assunto.

Você pode ter passado algum período da sua vida profissional sem trabalhar por diversos motivos, por exemplo:

  • Desemprego involuntário
  • Doença grave (sua ou de algum familiar)
  • Necessidade de cuidar dos filhos
  • Dedicação aos estudos
  • Vontade de descansar, viajar etc.

Todas essas são razões válidas para ter passado um período sem trabalhar e são suficientes para explicar uma lacuna em seu currículo. Você não deve ter medo do que o empregador/recrutador poderá pensar a seu respeito nesses casos. Afinal, ter passado um tempo sem um trabalho fixo não torna você menos competente ou mais desatualizado que outros profissionais, por exemplo.

Fale sempre a verdade

Seja qual for o motivo pelo qual você tem uma lacuna no currículo, mentir a respeito certamente não é uma boa ideia. Não apenas porque você estaria adotando um comportamento antiético, mas também porque corre o risco de que o empregador/recrutador descubra. Se isso ocorrer durante uma seleção de emprego, você estará colocando fora suas chances. Se a descoberta ocorrer mais tarde e você já tiver sido contratado(a), pode acabar perdendo o emprego. Em qualquer um dos cenários, mentiras no currículo certamente irão danificar sua imagem no mercado de trabalho.

Trate a lacuna no currículo de forma positiva

Há pelo menos dois caminhos que você pode seguir ao preparar um currículo com lacunas em sua experiência de trabalho. Você pode simplesmente não se preocupar com isso, deixando para explicar a(s) lacuna(s) em uma eventual entrevista de emprego. A outra opção é descrever o período sem trabalho no currículo de forma positiva. Há diversas formas de fazer isso, e a melhor opção será a que se enquadrar melhor ao seu caso específico.

Se você estava procurando trabalho, por exemplo, pode mencionar no currículo outras atividades que realizou nesse período. Isso inclui, por exemplo, trabalhos como freelancer ou trabalho voluntário, entre outros casos. Você pode, ainda, mencionar um curso que fez ou habilidades que desenvolveu nesse período, explicitando essa informação nas seções relativas à sua formação e habilidades pessoais.

Caso tenha decidido tirar um tempo do trabalho para descansar, estudar, viajar ou lidar com alguma questão pessoal mais sensível, como uma doença na família ou a necessidade de cuidar dos filhos, você também poderá tratar isso de forma positiva em seu currículo ou durante uma entrevista. Uma boa opção, nesse sentido, é listar algumas das habilidades que você desenvolveu durante esse período e que tornam você um(a) profissional melhor, por exemplo:

  • Resiliência
  • Paciência
  • Foco/concentração
  • Comunicação interpessoal

Lembre-se que, em qualquer um desses casos, você pode guardar sua explicação para possíveis perguntas durante a entrevista, caso ela venha a ocorrer.

Período sem trabalhar por doença

Caso você tenha se afastado do trabalho devido a uma doença, não tem obrigação nenhuma de citar esse motivo no currículo ou em algum outro momento do processo seletivo. Logicamente, mentir também não é uma boa ideia, mas é possível tratar de uma questão sensível como essa de forma profissional e sem abrir mão da sua privacidade.

Você pode simplesmente não comentar a questão em seu currículo e, posteriormente, em uma entrevista, tratar brevemente do assunto, alegando que não pôde trabalhar por motivos pessoais. Caso prefira, você pode citar que não trabalhou por motivos de saúde, sem dar mais detalhes. É importante que você deixe claro que isso está resolvido e que não há mais obstáculos para que você trabalhe normalmente.

Vantagens do currículo funcional

Se você pretende deixar menos visível uma lacuna no currículo, é possível fazer isso escolhendo um formato mais adequado. A melhor opção, nesse caso, é o modelo de currículo funcional. As lacunas em seu currículo não ficam tão perceptíveis, ao usar um currículo funcional, porque com ele você dá um destaque maior à seção dedicada às suas habilidades. Basta posicionar essa seção antes das seções dedicadas à sua formação/educação e à sua experiência profissional.

Além disso, você pode optar por não listar suas experiências de trabalho em ordem cronológica (reversa), como costuma ser a opção no modelo de currículo mais tradicional. É justamente quando seus trabalhos anteriores estão listados em ordem cronológica que as lacunas se destacam mais. Você pode optar, ainda, por listar apenas alguns trabalhos mais relevantes e não especificar os meses de início e término de cada experiência profissional.

Caso você opte pelo currículo funcional, certifique-se de que as habilidades que você está listando são relevantes para a vaga que você deseja. Quando você mostra que tem as habilidades adequadas para uma determinada vaga, questões secundárias, como uma lacuna em sua experiência de trabalho, tornam-se ainda mais irrelevantes.

Finalizando

Antes de esquentar a cabeça pensando em uma lacuna em seu currículo, tenha em mente que são poucas as pessoas que nunca ficaram "paradas" em algum momento da carreira. Afinal, o mercado de trabalho é cada vez mais concorrido, e as transformações tecnológicas e organizacionais no ambiente profissional também são intensas. Isso sem contar, claro, as questões pessoais às quais qualquer indivíduo estará sempre sujeito.

Uma lacuna em seu currículo não é necessariamente (e dificilmente será) um problema. Portanto, sempre procure lidar com uma lacuna em seu currículo da forma mais positiva possível.

Fique à frente da concorrência

Faça com que as suas inscrições de emprego se destaquem dos outros candidatos.