Características pessoais no currículo

Características pessoais no currículo

Características pessoais são aquelas relacionadas à personalidade e ao modo de agir de cada indivíduo nos mais diversos ambientes, o que inclui a interação social e profissional. Elas são muito importantes no ambiente profissional, pois estão diretamente relacionadas à capacidade que o trabalhador tem de desempenhar certas funções. Por isso, no mercado de trabalho, tornaram-se conhecidas como habilidades ou qualidades sociais. Ou, ainda, soft skills, expressão em inglês que significa "habilidades leves". Exemplos de características pessoais importantes para determinados cargos e profissão são liderança, criatividade e bom relacionamento interpessoal.

As habilidades pessoais (soft skills) diferenciam-se das habilidades técnicas (hard skills), pela forma como podem ser desenvolvidas, medidas e aplicadas. As habilidades técnicas normalmente podem ser mais facilmente aprendidas (em uma sala de aula, por exemplo) e avaliadas (por meio de exames e testes), além de ter aplicações mais específicas. Dois exemplos clássicos de hard skills são conhecimentos em software e em línguas. Já as qualidades pessoais têm uma relação muito mais próxima com as características do indivíduo. Por isso, são mais difíceis de desenvolver e mensurar. Por outro lado, sua aplicação é bem menos restrita.

O impacto das características pessoais no trabalho

Como dissemos, é importante pensar em características pessoais para currículo porque elas normalmente podem ser aplicadas (e importantes) em uma função ou área profissional (ou até em mais de uma). Isso significa que muitas das habilidades que você desenvolveu em um tipo de atividade (inclusive, fora do ambiente de trabalho) podem ser úteis para uma função que aparente ser totalmente diversa. Por exemplo, a criatividade que você desenvolveu enquanto estudava Publicidade pode ser fundamental para seu bom desempenho como arquiteto, em outro momento de sua carreira.

Ao avaliar um candidato, o recrutador normalmente se interessa tanto pelas suas habilidades técnicas quanto pelas características pessoais. Afinal, conhecimento técnico não é suficiente, na maioria das vezes, para garantir o sucesso de um profissional em uma empresa ou organização. Não basta você ter o conhecimento, se for incapaz de aplicá-lo de forma consistente e harmoniosa, principalmente quando trabalha em equipe.

Por ser mais difícil desenvolvê-las em um profissional, as qualidades pessoais costumam ser muito valorizadas em processos seletivos. Os recrutadores aplicam diversas técnicas para identificar características pessoais dos candidatos, como dinâmicas de grupo, entrevistas e testes específicos. Você pode, ainda, adiantar-se, mencionando-as em seu currículo.

Como incluir suas características pessoais no currículo

As características pessoais costumam ser incluídas na seção de habilidades, de forma a facilitar a sua consulta pelo empregador ou recrutador. Por isso, também são listadas em tópicos. Você pode incluir mais de uma qualidade social no mesmo tópico, caso elas estejam mais ou menos relacionadas.

No modelo de currículo tradicional, a seção de habilidades fica após os dados pessoais do candidato, perfil profissional, experiências anteriores e formação. É possível, no entanto, adotar um formato de currículo funcional, no qual a seção de habilidades é incluída logo após os dados pessoais e o perfil profissional. Assim, as suas características pessoais terão maior destaque no currículo.

Lembre-se, claro, de avaliar se esse modelo é compatível com a vaga para a qual você está concorrendo e com seus pontos fortes. Se a descrição da vaga coloca a experiência profissional do candidato como principal fator a ser avaliado, e você cumpre bem esse requisito, não há por que deixar essa informação em segundo plano. Já se as habilidades técnicas e características pessoais forem prioridade, não pense duas vezes: opte pelo currículo funcional.

Você pode, também, dividir suas qualidades pessoais e técnicas em duas seções (ou subseções), para que elas fiquem melhor organizadas. Esse é o modelo seguido, por exemplo, na plataforma Jobseeker, cuja organização das informações é toda voltada a facilitar a leitura e destacar o que você tem de melhor.

Quais qualidades pessoais você deve incluir em seu currículo

Ao preparar sua candidatura, é importante mencionar características pessoais para currículo que sejam relevantes para a vaga pretendida. Você pode identificá-las analisando a própria descrição da vaga e pesquisando mais sobre a função em outras fontes, inclusive perguntando a profissionais da área. Depois que você tiver uma lista de qualidades pessoais importantes para a função, pense em quais delas você se destaca mais.

A característica de liderança, por exemplo, costuma ser uma das mais importantes para cargos de gestão. A facilidade de trabalhar em grupo, por outro lado, sempre será útil em funções que exijam a sua participação em projetos em equipe. Funções mais metódicas e que demandam atenção aos detalhes costumam demandar profissionais que tenham facilidade de concentração e disciplina pessoal

Para ajudar você a identificar suas características pessoais mais relevantes, listamos aqui algumas que costumam ser importantes no ambiente de trabalho.

Adaptabilidade

A adaptabilidade é uma característica pessoal importante em um contexto de transformações intensas no universo do trabalho. Cada vez mais, valoriza-se o profissional que sabe adaptar-se a mudanças tecnológicas e organizacionais com desenvoltura. Isso é particularmente relevante no caso de setores na área de tecnologia, como desenvolvimento de software e pesquisa científica em geral. No entanto, também é uma qualidade valorizada para outros setores em constante transformação, como a mídia e a indústria de bens duráveis.

Relacionamento interpessoal

Esta característica pessoal diz respeito à facilidade de um candidato em se relacionar bem com outras pessoas. Para isso, é necessário ter uma boa capacidade de escuta, saber expressar-se bem, demonstrar empatia e, claro, certa dose de carisma. É importante em qualquer função ou atividade profissional em que o indivíduo tenha de dividir espaço e tarefas com outras pessoas.

Criatividade

Criatividade é a capacidade de criar/inventar coisas novas, ou seja, originais. Esta característica pessoal é particularmente relevante na indústria cultural, às artes e à publicidade. No entanto, sua importância pode ser sentida em diversas outras áreas. Em um mercado cada vez mais disputado, a inovação é um diferencial para as empresas. Principalmente, naquelas que têm uma demanda contínua pelo desenvolvimento de novos produtos e processos, o que exige grande capacidade de criação.

Flexibilidade

Em um ambiente profissional, muitas vezes, convivem pessoas com diferentes origens, objetivos, personalidades e estilos de trabalho. As condições de trabalho também variam muito, às vezes dentro da mesma empresa. Ter uma mente aberta, saber lidar com as diferenças e ter maturidade para dialogar quando necessário são características pessoais extremamente importantes nesse contexto, enquanto qualidades que definem um profissional flexível.

Liderança

A capacidade de liderança é muito importante em qualquer atividade econômica, principalmente em cargos de gestão. Uma boa liderança ajuda um grupo de profissionais a atingir um determinado resultado de forma satisfatória. Para ser um bom líder, o profissional deve ser hábil ao se comunicar e saber como manter os funcionários motivados. Outras qualidades pessoais que ajudam um bom líder são a capacidade de organização e o talento para delegar tarefas e resolver conflitos.

Proatividade

As empresas valorizam profissionais que têm iniciativa própria, pois normalmente eles são capazes de resolver problemas e cumprir tarefas de forma mais rápida e eficaz. Ter conhecimento técnico é fundamental para isso, afinal, é assim que um profissional adquire a confiança para ser proativo e não depender tanto da validação de outros profissionais para realizar uma tarefa. A proatividade é particularmente relevante em cargos nos quais o profissional deve realizar suas tarefas com pouca ou nenhuma supervisão, ou quando trabalha em home office.

Trabalho em equipe

A habilidade de trabalhar em equipe conjuga diferentes habilidades comportamentais em uma só. Afinal, requer do profissional boas doses de flexibilidade, adaptabilidade e a capacidade de manter uma boa comunicação interpessoal. É uma característica pessoal importante em muitas funções e atividades profissionais, já que a maioria delas exige um esforço conjunto de diversos colaboradores para atingir determinados fins. É importante incluir esta qualidade pessoal em seu currículo, pois ela demonstra que você é capaz de transformar seu conhecimento em resultados efetivos.

Finalmente

Inclua em seu currículo apenas o que você for capaz de entregar, caso seja contratado(a). Afinal, o empregador certamente esperará que você demonstre, no dia a dia do trabalho, as características pessoais que você disse ter durante o processo de seleção. Além disso, aproveite essa avaliação pessoal para refletir sobre habilidades que você ainda pode desenvolver mais. Boa sorte!

Fique à frente da concorrência

Faça com que as suas inscrições de emprego se destaquem dos outros candidatos.