Um currículo pode ter duas páginas?

Um currículo pode ter duas páginas?

O objetivo de um currículo profissional é servir como uma apresentação clara e concisa de um candidato a uma vaga de emprego. Portanto, ele deve fornecer uma visão geral de sua experiência profissional, formação e competências relevantes para a posição desejada. Ao preparar seu currículo, é possível que você se pergunte sobre a extensão ideal e o limite de páginas que ele pode. Afinal, um currículo pode ter duas páginas ou mais? Quantas páginas deve ter um currículo que valorize seu passe sem passar do ponto?

O número de páginas do currículo pode variar conforme sua experiência profissional e qualificações. Neste artigo, mostramos como você pode acertar na extensão do currículo, em cada situação, e torná-lo interessante para o recrutador.

Seu currículo pode ter duas páginas

O ideal, claro, é que seu currículo não seja muito longo. Afinal, dependendo do processo seletivo do qual você for participar, o empregador ou recrutador poderá ter muitos currículos para ler. E ele certamente irá preferir currículos breves e objetivos, com foco em informações que interessam, efetivamente, para a empresa.

Na maioria dos casos, uma página será suficiente para apresentar suas experiências profissionais e qualificações mais relevantes. Isso não significa, no entanto, que esse seja o limite de quantas páginas deve ter um currículo. Seu currículo pode ter duas páginas, desde que haja bons motivos para isso. Em casos bem específicos, você poderá acrescentar mais páginas, mas essas serão exceções.

Quantas páginas deve ter um currículo?

Se é possível usar duas ou até mais páginas em um currículo, como definir a extensão ideal no seu caso? Isso dependerá de diversos fatores, relacionados não só às suas próprias qualificações e experiência, mas também às características da vaga e do setor em que você pretende trabalhar.

Ou seja, não há um padrão para todas as situações, mas sim a recomendação de usar o mínimo de páginas possível. A decisão dependerá, então, não só do volume de informações disponíveis, mas também do seu bom senso ao julgar o que é realmente relevante para a vaga desejada.

Quando um currículo de duas páginas é aceitável

Como dissemos, há diversos fatores que podem influenciar a extensão do seu currículo. Os mais comuns estão relacionados às suas qualificações, por exemplo:

  • Experiência profissional: quantidade de cargos e passagens relevantes por empresas ao longo da carreira
  • Formação acadêmica: quantidade de cursos de graduação e pós-graduação realizados
  • Habilidades e competências: quantidade de habilidades técnicas específicas importantes para a vaga
  • Outras informações: quantidade de certificações, idiomas que você fala em um nível intermediário ou avançado e outros elementos relevantes

Logicamente, se você tem pouca experiência de trabalho, seu currículo deve ser curto. Para quem ainda está estudando ou está chegando agora ao mercado de trabalho, em busca do primeiro emprego, uma página é mais que suficiente. Se você tem uma carreira mais longa e muitas qualificações interessantes para o empregador, pode aproveitar uma página a mais no currículo.

Dependendo do setor em que você trabalha ou da posição que pretende ocupar, currículos mais longos podem ser mais tolerados ou até esperados pela empresa. Por exemplo:

  • Cargos executivos, para gerente ou diretor de uma empresa
  • Funções na área acadêmica ou de pesquisa, devido à necessidade de fornecer mais detalhes sobre trabalhos publicados e outros elementos relevantes
  • Empregos na área de tecnologia da informação (TI), em que muitas vezes são solicitados exemplos de programas que o profissional desenvolveu
  • Outros cargos que exijam conhecimento técnico mais específico, como as diferentes especialidades médicas

Como vimos, um currículo pode ter duas páginas ou mais. Em alguns casos, isso é até recomendável. Obviamente, deve haver boas razões para isso.

Dicas para o tamanho ideal de currículo

No caso de candidatos com longa experiência profissional, pode parecer difícil, muitas vezes, deixar o currículo curto. Afinal, ao longo do tempo, acumulamos passagens por cargos e empresas, fazemos cursos e aprendemos muitas coisas novas. Ou seja, manter o currículo com uma ou duas páginas nem sempre é fácil.

Há algumas coisas que você deve fazer, ao preparar seu currículo, para garantir que o tamanho fique dentro do razoável. A seguir, listamos algumas delas.

Mantenha apenas informações relevantes para a vaga

Você deve preparar seu currículo conforme a vaga à qual está concorrendo. Evite usar um mesmo currículo, recheado com tudo aquilo que você já fez ao longo da carreira, sempre que for se candidatar a um emprego.

Leia bem a descrição da vaga que você deseja e elimine do seu currículo tudo o que não for relevante para ela. Exemplos disso são eventuais experiências anteriores em outros setores, habilidades que não têm relação com a função, cursos acadêmicos em outras áreas do conhecimento etc.

Evite fornecer dados pessoais desnecessários

Outro erro comum de muitos candidatos e que acaba tornando um currículo mais extenso é a inclusão de muitos dados pessoais no currículo. Em geral, você não precisa apontar seu estado civil, idade, número de RG ou CPF, informações sobre filhos ou endereço completo. Atenha-se ao seu nome completo, informações de contato e cidade onde você mora.

Você pode fornecer informações adicionais em casos específicos. Por exemplo, pode (e deve) incluir dados relativos à sua licença para dirigir, ao concorrer a uma vaga de motorista.

Corte informações antigas ou que acrescentem pouco

Digamos que você tem uma longa trajetória profissional e está concorrendo a um cargo de gerência ou direção. Nesse caso, não há razão para mencionar no currículo seu primeiro emprego, como office-boy, 20 anos atrás. Selecione algumas poucas experiências mais recentes e relevantes para a vaga, pois elas serão mais que suficientes para o recrutador ou empregador.

Você também pode deixar de fora alguma passagem rápida, de poucos meses, por uma empresa. Principalmente, se esse espaço puder ser melhor aproveitado para detalhar melhor uma experiência mais importante.

Mantenha a objetividade e a concisão

Evite longas passagens de texto em seu currículo. Dê preferência sempre a estruturas em tópicos e a frases curtas. Em muitos casos, vale a pena dar mais detalhes sobre uma experiência profissional ou habilidade, mas isso deve ser feito com objetividade.

O recrutador procura algumas palavras-chave e informações essenciais ao ler um currículo. Portanto, deixe para articular melhor seu histórico profissional e fornecer mais detalhes ao escrever uma carta de apresentação ou na hora da entrevista de emprego.

Escolha o layout adequado ao seu currículo

A forma como o conteúdo é disposto nas páginas do seu currículo pode fazer toda a diferença. Isso inclui, por exemplo, a divisão das seções, o espaçamento entre as linhas, o uso de cabeçalhos e a escolha das fontes.

Evite longas listas de tópicos com uma ou duas palavras em cada linha e não use um espaçamento acima de 1,5. Quanto à fonte, você pode usar tamanhos entre 10 e 12 pontos, desde que se atenha aos tipos mais comuns, como Verdana, Arial e Calibri.

Você também pode usar um gerador de currículo online como o Jobseeker para garantir um bom layout para o seu currículo.

Finalmente

O importante, ao preparar um currículo, é que ele seja conciso, bem organizado e contenha informações relevantes para o empregador. Não pense que um currículo grande irá impressionar o recrutador ou empregador. Na maioria das vezes, principalmente se o currículo estiver repleto de informações desnecessárias, o efeito será o oposto. Por isso, seja criterioso(a) e revise mais de uma vez seu currículo para garantir que ele tem o tamanho e o conteúdo ideais para a vaga à qual você está se candidatando.

Fique à frente da concorrência

Faça com que as suas inscrições de emprego se destaquem dos outros candidatos.