Currículo criativo: como preparar um para você

Currículo criativo: como preparar um para você

Preparar um currículo criativo pode ser uma ótima opção para se destacar em relação a outros candidatos a uma vaga de emprego. Afinal, com processos seletivos cada vez mais concorridos, currículos criativos acabam sendo uma forma inteligente de se fazer notar em meio a currículos que seguem um mesmo padrão. Além disso, adotar um modelo de currículo criativo ajuda você a demonstrar um pouco da sua personalidade, bem como permite dar visibilidade a algumas habilidades suas que podem ser interessantes para a vaga à qual você está se candidatando.

No entanto, é importante saber quando um currículo criativo é realmente a melhor opção para a vaga em questão. Isso costuma depender do nível de formalidade da função e da empresa, além da área em que você trabalha. Além disso, você precisa saber dosar a criatividade para não passar do ponto, entre outros cuidados importantes ao enveredar por modelos de currículos criativos.

Preparamos este artigo para ajudá-lo(a) a avaliar a decisão por um currículo criativo, além de explicar como você pode explorar esse aspecto dependendo da vaga e do seu perfil profissional. Vamos lá!

O que torna um currículo criativo

Um currículo criativo costuma diferir de um currículo padrão de diversas maneiras, mas sua principal característica é, sem dúvida, a originalidade. Quando preparamos um currículo, muitas vezes estamos preocupados em não deixar algo importante de fora. Por isso, acabamos seguindo modelos mais ou menos prontos, apenas introduzindo as informações a nosso respeito.

Essa é uma abordagem segura, mas que acaba tornando a maioria dos currículos muito parecidos, chegando a cansar o recrutador e dificultando a sua missão de selecionar candidatos que ofereçam um algo a mais.

Quando falamos em um currículo criativo, estamos nos referindo a documentos que inovem em determinados aspectos, tais como:

  • Ordem e titulação das seções
  • Estilo de escrita
  • Layout e organização do conteúdo da página
  • Outros elementos visuais e até o tipo de mídia adotado

Quando falamos em um currículo criativo em forma de texto, normalmente é o seu design que chama a nossa atenção primeiro. Um currículo criativo é estruturado e tem seus elementos organizados de maneira bem diferente do normal, inclusive com o uso de mais cores. O texto também pode ser mais atrevido, dependendo da área. Em alguns casos, pode não haver texto algum, com o candidato entregando um "currículo" em forma de vídeo, entre outras mídias mais ousadas.

Por que preparar um currículo criativo?

Como fica evidente por essa descrição, currículos criativos tendem a ser particularmente adequados em algumas profissões nas quais a criatividade é uma habilidade valorizada pelas empresas. Alguns exemplos, nesse sentido, são os de:

  • Publicitários
  • Profissionais de marketing
  • Designers gráficos
  • Fotógrafos
  • Arquitetos
  • Cozinheiros
  • Artistas em geral

Obviamente, há muitas outras situações em que um modelo de currículo criativo pode funcionar. Esse pode ser o caso, até mesmo, de profissões mais tradicionais, quando você estiver concorrendo a vagas em empresas de caráter inovador e que, em sua visão, possam valorizar alguma ousadia em seu currículo.

“Se você sabe que haverá forte concorrência por uma vaga, um currículo criativo será uma forma de chamar a atenção do empregador diretamente para o seu currículo”.

Exemplos de currículos criativos

Há diversas formas de tornar um currículo criativo, conforme a sua profissão e a mensagem que você deseja passar ao recrutador ou empregador. É possível fazer apenas algumas adaptações simples no layout, mas também há a possibilidade de customizar totalmente o seu currículo para refletir a área na qual você trabalha.

Se você for um profissional da área de propaganda, por exemplo, pode criar um currículo criativo com o formato de uma peça publicitária, como um cartaz ou mesmo um vídeo comercial. Se for jornalista e estiver concorrendo a uma vaga de repórter, pode escrever seu currículo como uma reportagem e apresentá-lo em formato de jornal. Um arquiteto pode apresentar um currículo em forma de planta. Um cozinheiro pode preparar um modelo de currículo criativo em forma de menu.

Enfim, as opções são infinitas. Afinal, dependem simplesmente da sua criatividade e capacidade de executar uma (boa) ideia. Muito já foi feito, claro, e você encontrará boas referências na internet. No entanto, é importante dar seu toque pessoal, em vez de apenas imitar uma ideia que você viu por aí.

Dica do especialista

Um currículo criativo não é a única forma de explorar suas qualidades e chamar a atenção do empregador ou recrutador em um processo seletivo. Você também pode preparar um portfólio ou um site pessoal, por exemplo, entre outros recursos que demonstrem melhor suas habilidades e conquistas profissionais. Muitos artistas mantêm portfólios online, por exemplo, enquanto programadores costumam ter perfis atualizados no GitHub. Em casos assim, acrescente um link para o conteúdo em seu currículo.

Vantagens de um currículo criativo

Adotar modelos de currículos criativos apresenta muitas vantagens, como já dissemos, e cabe a você explorá-las da melhor forma. Entre outros pontos, podemos citar três vantagens principais que você terá ao preparar currículos criativos:

  • Destacar seu currículo em meio a uma pilha de documentos parecidos entre si
  • Mostrar qualidades como criatividade e talento ao executar um projeto
  • Demonstrar dedicação e interesse pela vaga

Ou seja, se você sabe que haverá forte concorrência por uma vaga, um currículo criativo será uma forma de chamar a atenção do empregador diretamente para o seu currículo. Muitas vezes, esse destaque se dá já com o formato, as cores e o layout do documento, que pode fugir do tradicional documento em preto e branco e tamanho A4 que a maioria dos profissionais adota ao criar um currículo.

É claro que tanto a ideia quanto a execução precisam ser boas para que seu currículo se destaque positivamente. Caso contrário, o efeito será oposto ao desejado.

Desvantagens de um currículo criativo

Logicamente, há algumas desvantagens em usar modelos currículos criativos. Caso contrário, todo mundo escolheria essa opção ao concorrer a uma vaga. Pelo que comentamos em nossa seção anterior, você já deve imaginar alguns dos problemas em potencial que podem aparecer. Vamos a eles:

  • A sua ideia pode simplesmente ser ruim ou o resultado pode não ficar bom
  • Currículos criativos exigem muito mais tempo e dedicação
  • Pode ser mais difícil adaptar um currículo criativo para uma nova vaga

O primeiro ponto dispensa maiores explicações. Se você for um publicitário, por exemplo, e decidir fazer um currículo criativo, é melhor que a ideia e o resultado sejam bons. Caso contrário, você estará basicamente marcando um gol contra. Para evitar que isso ocorra, peça a opinião de colegas de trabalho antes de executar uma ideia nesse sentido.

Já os outros dois pontos são muito mais de ordem prática. Você pode não ter tempo disponível para se dedicar a um projeto como esse, principalmente se a seleção for rápida e você tiver que enviar seu currículo de uma hora para outra. Além disso, se você estiver participando de diversas seleções de emprego, pode ser difícil adaptar seu currículo para diferentes vagas em um curto período de tempo.

Adotar ou não um modelo de currículo criativo?

Currículos criativos são mais indicados em indústrias criativas, quando você estiver concorrendo para uma vaga de emprego em uma empresa de perfil moderno/inovador ou quando a sua profissão dá margem para experimentações desse tipo. Ou seja, você deve avaliar bem o contexto em que está inserido e o tipo de vaga ao qual está concorrendo, senão um currículo criativo pode se tornar uma perda de tempo ou até prejudicar sua candidatura, dependendo dos critérios adotados na seleção.

Em ambientes de trabalho mais formais ou conservadores, empregadores e recrutadores esperam um currículo mais formal. Esse é o caso, por exemplo, de bancos ou escritórios de advocacia. Em casos assim, você ainda pode fazer um esforço e entregar um currículo com uma boa apresentação, incluindo um design atraente, mas sem ir longe demais. Se estiver indeciso(a) sobre usar algumas cores a mais em seu currículo para uma vaga específica, consulte as redes sociais e analise o perfil da empresa.

Além disso, tenha em mente que não basta entregar um currículo bonito visualmente, com uma ótima sacada, se o conteúdo simplesmente não é bom o suficiente para a vaga. Ou seja, pergunte a si mesmo(a) se o seu currículo, por mais criativo que seja, cumpre o seu papel principal: demonstrar ao empregador que você tem as qualidades desejadas para a vaga e que é a melhor opção para assumi-la.

Finalmente

Peça sempre uma segunda opinião ao preparar um currículo. Principalmente, ao preparar um currículo criativo, que foge dos padrões e pode trazer maiores riscos (e oportunidades, claro) em um processo seletivo. Além disso, não esqueça que, por mais inovador ou esteticamente atraente que um currículo seja, ele deve trazer todas as informações importantes para o empregador: dados pessoais e de contato, experiência profissional e formação. Isso, claro, de uma forma organizada, seja qual for o formato escolhido para o seu currículo.

Fique à frente da concorrência

Faça com que as suas inscrições de emprego se destaquem dos outros candidatos.