Curriculum vitae português: saiba como fazer!

Curriculum vitae português: saiba como fazer!

Se está à procura de um trabalho em Portugal, o primeiro passo é criar um curriculum vitae. Para isso, deverá saber o que é este documento e conhecer todas as especificidades de um curriculum vitae português. Descubra como pode criar este documento e fique a conhecer os aspetos mais relevantes da cultura portuguesa que o podem influenciar.

Primeiras considerações sobre um CV em português

Se nunca criou um curriculum vitae em português, a tarefa pode parecer complexa. No entanto, com uma boa organização, conteúdo e aparência, o seu documento permitirá que tenha todas as hipóteses de obter o emprego que deseja.

Alguns dos pontos essenciais a ter em mente quando cria um curriculum vitae português são os seguintes:

  • Brevidade: Em Portugal, não é incomum encontrarmos currículos com várias páginas. Porém, recomendamos que evite isto e que não ultrapasse as 2 páginas, uma vez que os recrutadores só olham para cada curriculum vitae por um curto espaço de tempo. Foque-se no essencial.
  • Use listas de marcadores: Para facilitar a leitura e melhorar a apresentação do seu curriculum vitae português, utilize marcadores em vez de texto corrido. Um documento com parágrafos repletos de texto irá desincentivar a leitura.
  • Transmita confiança: Portugal é um país com uma elevadíssima taxa de aversão à incerteza (pontuação de 99 em 100 na escala de Hofstede). Por este motivo, deve apostar em incluir elementos que transmitam confiança e segurança ao empregador, como um link para o seu perfil do LinkedIn, colocar uma foto simpática ou mencionar quaisquer ligações a associações ou organizações conhecidas.
  • Trabalhe o aspeto: Os portugueses tendem a dar muita importância ao aspeto dos documentos. Por este motivo, poderá ficar algo limitado se usar, por exemplo, um dos modelos de curriculum vitae português em Word, cujo design tende a ser um pouco antiquado. Em contrapartida, poderá utilizar um serviço de criação de currículos como o do Jobseeker e escolher um modelo moderno e atrativo, que o ajudará a maximizar as suas hipóteses de ser bem-sucedido.

Secções essenciais de um curriculum vitae português

Existe um conjunto de secções essenciais num curriculum vitae português, que se constituem como as informações mais importantes que os recrutadores e empregadores procuram.

Informações pessoais

Nesta secção deve colocar as suas informações de contacto e relativas à sua identidade. Os elementos mais importantes são o seu nome, endereço de correio eletrónico e número de telefone. Contudo, também pode adicionar a sua nacionalidade ou morada, por exemplo. Assegure-se de que as informações pessoais colocadas permitem que o recrutador ou empregador o possa contactar facilmente para uma entrevista.

Experiência profissional

Geralmente, a experiência profissional é a secção mais importante de um curriculum vitae, pois mostrará ao seu potencial empregador o que aprendeu em cargos anteriores que poderá ser útil no novo emprego. Se tiver uma vasta experiência profissional, mencione apenas as experiências mais relevantes para o trabalho que pretende obter. Para cada bloco de experiências profissionais, mencione o título do emprego, o nome da empresa, as suas responsabilidades e conquistas, bem como as datas de início e fim do seu contrato.

Educação

Esta é a secção onde dá a conhecer o seu percurso educativo. Lembre-se de indicar o nome da instituição onde fez a sua formação, a cidade onde se encontra e a data em que obteve o seu diploma. Se tiver um diploma estrangeiro, não se esqueça de procurar o nome equivalente em português.

Competências

As competências refletem qualidades pessoais ou técnicas que podem acrescentar valor ao trabalho que irá realizar. Segundo os especialistas em formação em tecnologia da Ironhack, as competências mais importantes em Portugal no ano de 2021 são: motivação para aprender, capacidade de resolução de problemas, capacidade de trabalhar em equipa, capacidade de comunicação e atenção ao detalhe.

Secções opcionais de um CV em português

Além das secções anteriores, um modelo de currículo português pode incluir muitas outras secções, como as seguintes:

  • Perfil pessoal ou resumo: Trata-se de um pequeno texto introdutório colocado no topo do currículo que apresenta aspetos relevantes do candidato para a vaga em questão. Poderá focar-se nas conquistas e experiências passadas (para candidatos mais experientes) ou nos objetivos e ambições futuras (para candidatos menos experientes).
  • Línguas estrangeiras: Devido à globalização, é cada vez mais importante dominar línguas estrangeiras, principalmente o inglês. Além disso, Portugal é usado por muitas empresas multinacionais como plataforma de apoio a clientes estrangeiros. Estes são alguns dos motivos pelos quais deverá listar os seus conhecimentos em línguas estrangeiras em termos de compreensão, escrita e fluência verbal.
  • Hobbies e interesses: Referem-se a atividades fora do trabalho que sejam relevantes ao nível profissional.
  • Voluntariado: Fazer voluntariado demonstra qualidades como espírito de equipa, iniciativa ou espírito colaborativo e pode ser mencionado para enriquecer o seu curriculum vitae. Estas atividades podem ser particularmente relevantes para quem tem pouca experiência profissional, como candidatos que estejam à procura de um estágio profissional.

Caso seja relevante, poderá também adicionar ao seu currículo informações sobre a sua carta de condução, publicações, referências, certificados, entre outros.

Se utilizar um dos muitos exemplos de CV em português disponíveis na Internet como modelo, certifique-se de que o mesmo tem todas as secções de que necessita para pôr em evidência as suas experiências e qualidades enquanto candidato.

Dica profissional

Depois de terminar o seu curriculum vitae português, não se esqueça de o reler e de utilizar um programa, como o MS Word, para fazer a revisão ortográfica. Lembre-se que maltratar a língua de Camões transmite uma imagem negativa a seu respeito e não o ajudará a ser chamado para uma entrevista.

Diferenças do curriculum vitae português face ao inglês

Muitas vezes, as pessoas nativas em português que também falam inglês consultam sites escritos na língua de Shakespeare para aprenderem a criar um bom curriculum vitae. Porém, existem diferenças quanto às melhores práticas a adotar entre um curriculum vitae em inglês e um em português.

Uma das diferenças está relacionada com a foto. Colocar uma fotografia num curriculum vitae em inglês é quase impensável, mas tende a ser valorizado em Portugal, onde um CV sem foto pode ser encarado com alguma suspeição.

Também existe uma visão diferente face às informações pessoais, uma vez que a data e local de nascimento, bem como o estado civil são frequentes num curriculum vitae português, mas praticamente nunca divulgados num curriculum vitae em inglês.

Finalmente, nos Estados Unidos ou no Canadá, os currículos não devem ter mais do que uma página. Já em Portugal, não há problema em criar um curriculum vitae com 2 páginas.

Será uma boa ideia usar o modelo Europass?

Algumas pessoas criam o seu curriculum vitae português utilizando o modelo Europass. Com efeito, no site Europass é possível criar um curriculum vitae português grátis de uma forma muito simples. No entanto, utilizar esta ferramenta oferecida pela União Europeia tem algumas limitações:

  • Modelos: O site para criação de currículos Europass oferece apenas alguns modelos de CV bastante simples e com um aspeto um pouco ultrapassado, o que pode não ser o ideal para uma cultura que aprecia bastante o aspeto das coisas, como a portuguesa.
  • Personalização: Quase não poderá personalizar o seu curriculum vitae Europass para que transmita melhor a sua personalidade.
  • Tipo de currículo: Só poderá criar currículos do tipo cronológico, pelo que não poderá criar um curriculum vitae funcional, por exemplo.

Fique à frente da concorrência

Faça com que as suas inscrições de emprego se destaquem dos outros candidatos.