Telefone no currículo: dicas essenciais

Telefone no currículo: dicas essenciais

O número de telefone é um informação de fundamental importância no currículo profissional. Isso independe do formato que você decidir utilizar ao prepará-lo e da vaga para a qual você está concorrendo. O telefone ainda é o meio de comunicação mais prático e de uso universal, mesmo em tempos de internet. Portanto, é uma ferramenta fundamental para qualquer pessoa que esteja procurando emprego, mesmo que ela tenha outras formas de comunicação à disposição. Afinal, é o canal que o empregador provavelmente utilizará para chegar até você, seja marcar uma entrevista, seja para tirar dúvidas ou mesmo avisar que você foi selecionado(a) para uma vaga de emprego!

Neste artigo, damos recomendações sobre a melhor forma de incluir seu telefone no currículo, além de cuidados essenciais que você deve nesse sentido.

Sempre inclua seu número de telefone

Ter uma linha de telefone ativa e disponível é essencial para qualquer profissional, não apenas durante o período em que ele está empregado, mas também quando ele procura um emprego. O número de telefone é uma das poucas informações (junto com o nome e o endereço de e-mail do candidato) que não pode faltar de forma alguma em um currículo.

Candidatar-se a uma vaga de emprego sem fornecer o seu número de telefone pode comprometer sua contratação. Afinal, ele normalmente é o meio escolhido pelo recrutador/empregador para entrar em contato com os candidatos.

Alguns recrutadores podem até entrar em contato com os candidatos por e-mail, principalmente se o contato do candidato com a empresa tiver sido por esse meio. No entanto, a maioria das empresa ainda tem o telefone como instrumento para estabelecer o primeiro contato com o candidato. Ele é um meio mais rápido e prático que o e-mail, por exemplo, já que a comunicação, nesse caso, é instantânea. Além disso, muitas vezes, a ligação por telefone serve para avaliar a desenvoltura do candidato e checar informações de um currículo diretamente com o profissional.

Local e formato indicados

Caso você esteja preparando seu currículo para uma vaga de emprego no Brasil e sua linha telefônica também seja brasileira, não é necessário incluir o código do país antes do número. Afinal, ele não precisará ser discado pelo empregador para que a ligação seja completada com sucesso. Por outro lado, se você está se candidatando a um emprego no exterior, lembre-se de indicar o código de área do Brasil (+55), caso contrário, os recrutadores poderão não conseguir entrar em contato com você.

Exemplo de número com código internacional: (+55 11) 929 929 929

Exemplo sem o código internacional: (11) 929 929 929

O número de telefone do candidato deve ser incluído na primeira seção do currículo, destinada a dados pessoais e informações de contato. Não há uma ordem específica para as informações desta seção, além de que ela comece pelo nome do candidato. O telefone pode vir logo depois do nome ou mais para baixo, caso o candidato priorize outras informações.

Cuidado para não errar o número

Ao indicar o seu número de telefone no currículo, lembre-se de verificar se ele está correto. Colocar o número errado no currículo é um erro que qualquer um pode cometer por pura desatenção, mas que pode acabar custando caro. Caso o recrutador tente ligar para você e o número esteja errado, você pode ser preterido(a) para a vaga, principalmente se for uma seleção muito disputada, com fartura de profissionais à disposição da empresa. Os recrutadores costumam ter pressa e não perderão tempo procurando o número certo ou outra forma de entrar em contato com você.

Portanto, confira o seu número de telefone no currículo mais de uma vez. Assim, você terá a certeza de que não cometeu nenhum engano. Esse cuidado deve ser ainda maior se você trocou de número há pouco tempo ou por qualquer outro fator que aumente o risco de você se confundir ao escrever seu telefone.

Um número de telefone é suficiente

Não use diversos números de telefone em seu currículo. Por mais tentador que seja fornecer todos os meios possíveis para entrarem em contato com você, a verdade é que isso pode acabar confundindo o recrutador. Um único número é o suficiente para você ser contatado(a) com sucesso e evita que o recrutador fique em dúvida, entre diversas opções, sobre qual número é o mais apropriado para ligar.

Portanto, cabe a você escolher qual número de telefone é o mais conveniente para um contato profissional. Atualmente, é recomendável indicar o número do seu celular em vez de um telefone fixo. Isso diminui as chances de o recrutador entrar em contato com você durante o dia, por exemplo, e você não estar em casa. Evite, também, fornecer um número de telefone ligado ao seu trabalho atual, se você estiver empregado, seja ele um telefone fixo comercial ou um celular corporativo.

Fique atento às chamadas

Assim que você enviar seu currículo, fique atento para possíveis ligações por parte da empresa à qual você está se candidatando. Hoje em dia, felizmente, existe o celular. Ficou mais difícil, graças a essa tecnologia, perder uma ligação importante por não estar em casa, por exemplo. Ainda assim, você deve se lembrar de manter seu aparelho por perto e não deixá-lo no modo silencioso, se possível.

Caso você não tenha visto ou não tenha podido atender a uma ligação, não espere muito para ligar de volta. Se tiver sido a empresa ligando para tratar sobre a vaga à qual você se candidatou, é melhor não deixá-los esperando muito tempo. Afinal, a pressa deles também é a sua.

Finalmente

Evite ser pego desprevenido! Ao enviar seu currículo para uma vaga de emprego, você deve estar preparado para receber uma resposta a qualquer momento, inclusive por telefone. Muitas vezes, essa chamada será para convidá-lo para uma entrevista de emprego. No entanto, o recrutador pode aproveitar a ligação para tirar dúvidas sobre o seu currículo ou até mesmo realizar uma pequena entrevista por telefone. Para demonstrar segurança ao telefone, o ideal é conhecer bem o próprio currículo e estar preparado(a) para as perguntas mais comuns em entrevistas de emprego.

Fique à frente da concorrência

Faça com que as suas inscrições de emprego se destaquem dos outros candidatos.