Exemplo de curriculum vitae para estudantes
Escrito por Danny Almeida, Autor • Atualizado pela última vez a 17 de abril de 2024

Exemplo de curriculum vitae para estudantes

Enquanto estudante, estás ativamente envolvido no processo de aprendizagem, normalmente numa escola ou universidade. As tuas tarefas incluem assistir às aulas, realizar trabalhos académicos, estudar para exames e atender a outros requisitos académicos. A determinada altura no teu percurso de estudante, geralmente no final, poderás precisar de criar um curriculum vitae, quer estejas no ensino secundário ou universitário.

Criar um curriculum vitae para estudantes é um pouco diferente de criar um CV para um profissional com experiência, uma vez que os alunos têm pouca ou nenhuma experiência profissional. Porém, não penses que se trata de uma tarefa impossível, pois existem muitos outros aspetos a destacar e formas de colmatar a falta de experiência profissional. Descobre quais as secções mais importantes e como colocar as informações certas para criares um curriculum vitae para estudantes de sucesso!

Informações pessoais

As informações pessoais são a primeira secção a colocar num curriculum vitae para estudantes. Devem conter obrigatoriamente o teu nome, número de contacto e e-mail. Além disso, também podes incluir uma hiperligação para o teu perfil no LinkedIn, o teu endereço, data de nascimento, etc.

Informações pessoais

Nome: João Santos
Email: joao_santos_12@xyz.com
Telefone: +351 942 451 897
Endereço: Largo dos Recifes 22, 2400-013 Leiria
Data de nascimento: 15-06-1999
LinkedIn: linkedin.com/in/j_santos_12

Perfil profissional

O perfil profissional, também conhecido como resumo, é um breve parágrafo com, no máximo, 5 linhas em que te apresentas ao recrutador, mencionas as tuas competências mais relevantes, referes o que motiva a tua candidatura e, eventualmente, as tuas ambições profissionais.

Perfil profissional

Sou um estudante de Gestão em final do curso à procura do primeiro emprego na área da gestão das cadeias de abastecimento. Sou extremamente dedicado, comunicativo e adoro trabalhar em equipa.

Educação

Geralmente, a secção de educação vem depois da de experiência profissional, porém, num curriculum vitae para estudantes é quase sempre melhor colocá-la antes. Isto faz-se porque a educação tende a ser o maior ativo de um estudante e ao colocar esta secção em cima damos-lhe mais destaque.

Insere cada curso que tiraste (ou que estás a tirar), a escola e a data de início e conclusão. Depois destas informações, podes explicar resumidamente para cada curso quais foram as matérias mais relevantes que estudaste, eventuais conquistas, a nota final do curso e projetos em que tenhas participado. Ainda que estejas a criar um curriculum vitae para estudantes universitários, podes inserir o teu curso do secundário, caso precises de enriquecer o teu documento.

Educação

Setembro de 2021 - Atual Mestrado em Gestão, Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa

  • Estou a elaborar uma tese de mestrado sobre a gestão das cadeias de fornecimento ao nível global.
  • As disciplinas principais incluem Gestão e Análise Financeira, Gestão Estratégica e Marketing.
  • Média atual de 15 valores.

Set 2017 - jun 2021 Licenciatura em Economia, Instituto Superior de Economia e Gestão da Universidade de Lisboa

  • Fiz Erasmus na Universidade de Paris em 2018.
  • As disciplinas principais incluem Microeconomia, Macroeconomia, Cálculo e Econometria.
  • Média final do curso de 14 valores.

Experiência profissional

A experiência profissional é provavelmente o aspeto que aparenta ser mais problemático para um estudante. Porém, não precisa de ser porque existem diversas experiências que podem ajudar-te aqui. Uma delas são os trabalhos de verão: se tiveres trabalhado no verão, ainda que em áreas não relacionadas com o trabalho pretendido, como empregado de mesa ou nadador-salvador, não hesites em mencionar essas experiências. Isto mostrará aos recrutadores que pretendes ganhar independência financeira e que és uma pessoa responsável — aspetos relevantes para qualquer empresa.

Outra experiência muito importante que pode ser referida como experiência profissional é o voluntariado. Ajudar os mais desfavorecidos, participar na limpeza de espaços públicos, resgatar animais abandonados, entre outros, é uma boa forma de mostrares que te importas com causas e que és capaz de perseguir objetivos comuns, algo muito importante no mundo do trabalho.

Também podes inserir estágios curriculares que tenhas feito como parte do teu percurso académico ou estágios extracurriculares. Finalmente, não caias na tentação de inventar experiências que nunca tiveste. Isto pode parecer uma boa ideia para compensar a falta de experiência, mas a probabilidade de seres apanhado na entrevista ou mais tarde é grande e pode arruinar a tua reputação. Além disso, isto é simplesmente um comportamento desonesto e, como tal, algo a evitar.

Experiência profissional

Outubro de 2020 - Atual Voluntário, Sorriso Amigo

Sou voluntário na associação Sorriso Amigo, onde ajudo pessoas em situação de sem-abrigo. As minhas funções são:

  • Distribuir refeições e produtos essenciais.
  • Interagir com as pessoas de uma forma empática e compreensiva.
  • Fazer ligação com os serviços sociais caso seja necessário.

Competências

As competências não podem faltar num curriculum vitae para estudantes, já que demonstram qualidades que possuis e que podem interessar aos recrutadores. Podes dividi-las em competências técnicas e pessoais. As competências técnicas, ou hard skills, referem-se à capacidade de fazer coisas específicas, ao domínio de determinadas ferramentas e incluem:

  • Domínio de determinados programas informáticos;
  • Escrita criativa;
  • Capacidade de elaborar relatórios;
  • Edição de foto ou vídeo;
  • Análise estatística;
  • Gestão de projetos.

Já as competências pessoais, ou soft skills, referem-se aos atributos e capacidades pessoais que permitem às pessoas interagir eficazmente com os outros, adaptar-se e prosperar em diferentes ambientes. São competências não-técnicas, relacionadas com a personalidade, atitudes e comportamentos. Alguns exemplos incluem:

  • Capacidade de comunicação;
  • Espírito de equipa;
  • Capacidade de resolver problemas;
  • Gestão do tempo;
  • Capacidade de liderança;
  • Adaptabilidade.

Dica profissional

Uma das melhores maneiras de fazer com que um curriculum tenha sucesso é personalizá-lo, ou seja, adaptá-lo a cada uma das tuas candidaturas. Neste sentido, é bastante útil adaptares as competências em função daquilo que é pedido no anúncio da oferta de trabalho. Lê-a atentamente e escolhe as competências e habilidades mais relevantes.

Secções não obrigatórias

Apesar de não serem obrigatórias, há um conjunto de secções que podem enriquecer o conteúdo de um curriculum vitae para estudantes.

Línguas

As línguas estrangeiras são um ativo para os estudantes e podem ser desenvolvidas em períodos de intercâmbio de estudantes, como o programa Erasmus. Além do inglês, a língua universal atualmente, o domínio de outras línguas pode ser benéfico para empresas que tenham negócios no estrangeiro ou cuja sede esteja noutro país.

Atividades extracurriculares

Durante o teu percurso académico, podes ter participado em clubes, como o de astronomia, matemática ou robótica, na elaboração do jornal da escola, na tuna, etc. Estas atividades demonstram interesse em participar na criação de algo em conjunto, algo valorizado pelos recrutadores.

Certificados

Se tiveres participado em seminários, workshops ou cursos de curta duração, podes mencioná-los nesta secção.

Referências

Enquanto estudante, pode ser relevante ter referências de professores que comprovem as tuas qualidades. Para colocares uma referência, insere o nome do professor em questão, a vossa relação e as suas informações de contacto. Não te esqueças de pedir permissão ao teu professor para colocar o seu nome e informações de contacto.

Referências
Aurélio Almeida (professor)
ISEG - Lisboa
+351 951 236 547

Como formatar o teu curriculum vitae

A formatação de um curriculum vitae para estudantes é um aspeto fundamental, uma vez que pode pôr em evidência e facilitar a leitura do seu conteúdo ou ofuscá-lo completamente. Em primeiro lugar, deves pensar no formato ideal para o teu documento e escolher entre um formato cronológico ou funcional. O formato cronológico é o mais habitual, segue a estrutura mencionada acima e apresenta as tuas experiências profissionais e educativas das mais recentes para as mais antigas, já o funcional foca-se nas competências e destina-se, frequentemente, a “tapar” lacunas na carreira profissional. Para um estudante, é mais seguro apostar num modelo cronológico por ser mais fácil de conceber e porque, nesta situação, é pouco provável que apresente lacunas já que a sua carreira está a começar.

Outro aspeto relevante é a colocação de uma fotografia. Apesar de não ser obrigatória, em Portugal é muito frequente colocá-la e não o fazer pode gerar desconfiança no recrutador.

Tipicamente, as melhores cores para um curriculum vitae para estudantes são neutras e profissionais, como o preto, cinzento, azul-marinho e verde-escuro. Estas cores são fáceis de ler e transmitem um sentido de profissionalismo. Evita usar cores brilhantes ou néon, pois podem distrair o recrutador e dificultar a leitura do conteúdo do curriculum vitae. Além disso, evita usar muitas cores, pois pode tornar o documento confuso e dar um aspeto pouco profissional.

No que se refere ao tipo de letra, deves utilizar um que paute pelo profissionalismo e sobriedade, como Times New Roman, Arial ou Helvética. O tamanho do texto deve estar entre 10 e 12 e o espaçamento entre linhas entre 1,15 e 1,25.

Finalmente, assegura-te de que o teu curriculum vitae para estudantes tem no máximo duas páginas, pelo que te deves concentrar no essencial.

Cria um curriculum vitae para estudantes agora!

Quer pretendas criar um curriculum vitae simples para estudantes ou um curriculum mais complexo, irás encontrar tudo o que precisas no Jobseeker! Escolhe um dos modelos disponíveis e obtém um curriculum vitae atrativo e de aspeto profissional em apenas alguns minutos!

Partilhar via:
Danny Almeida
Danny Almeida
LinkedIn
Autor
Danny Almeida é criador e revisor de conteúdos, especializado em RH e tecnologia. Procura ajudar e facilitar a tarefa dos candidatos a emprego, orientando-os rumo ao sucesso.

Fique à frente da concorrência

Faça com que as suas candidaturas de emprego se destaquem dos outros candidatos.

Comece agora